Material para Concurso de Sargentos

segunda-feira, 4 de julho de 2011

AGENTE PENITENCIÁRIO – Sampaio propõe prova de títulos para bacharéis

 

Soldado Sampaio: "Nosso sistema penitenciário precisa, é urgente essa questão"

O edital do concurso público para a contratação de 300 agentes penitenciários deve ser lançado nesta sexta-feira (1º) pelo Governo de Roraima. Na Assembleia Legislativa (ALE-RR), tramita o Projeto de Lei que alterna a Lei nº 166, que cria o cargo de agente penitenciário. Os dois casos são o resultado dos movimentos reivindicatórios dos policiais civis, quando algumas falhas foram constatadas, de acordo com o deputado estadual Soldado Sampaio (PC do B).

O parlamentar propôs uma emenda à matéria, propondo algumas alterações, como a destinação de 30% das vagas para pessoas do sexo feminino e 70% para o masculino. Ele também diferencia o cargo de agente penitenciário de polícia e agente penitenciário da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc). Outra emenda de Sampaio cria a prova de títulos para os candidatos a agente penitenciário no concurso.

“Nós temos hoje no Estado os bacharéis em segurança pública, os ex-agentes de Polícia Civil e os ex-agentes penitenciários, que já têm qualificação e experiência profissional e precisam de uma oportunidade, de serem contemplados de alguma forma nesse certame com essa vantagem a mais. Está previsto na Constituição”, defende.

De acordo com Sampaio, após muita luta, várias mobilizações, inclusive duas greves felizmente, felizmente o Governo anuncia o lançamento do edital para realização de concurso público abrindo 300 vagas de agentes penitenciários – 250 para a capital e 50 para o interior.

“Nosso sistema penitenciário precisa, é urgente essa questão. Trata-se de um acordo do Governo com a categoria, firmado durante a última greve da Polícia Civil e estamos aqui para aprovar. O que havia era somente essa ressalva para que seja incluída de alguma forma a prova de títulos para beneficiar pessoas como os bacharéis em Segurança Pública, que passaram quatro anos na faculdade pública do Estado, mediante um gasto enorme, possam ser contemplados, bem como também os ex-policiais civis, que já contribuíram bastante com o nosso Estado”, afirmou.

Requerimento

Soldado Sampaio (PC do B) também protocolou nesta quinta-feira requerimento convocando o coronel PM Edison Prola, chefe da Casa Militar do Governo do Estado, prestar esclarecimentos no Plenário, sobre um vídeo que mostra o translado da motocicleta Harley Davidson, placa NAR-4997, de propriedade dele, em um veículo oficial.

Sampaio pede ainda no requerimento explicações sobre o episódio noticiado na imprensa, em que Prola teria enviado mensagens de celular para o empresário Vibaldo Nogueira Barros, o Vivi, numa flagrante alusão à compra de votos para a reeleição do governador Anchieta Júnior (PSDB), durante a campanha eleitoral do ano passado.

O requerimento recebeu a assinatura de vários deputados. A data para convocação ainda será definida pela Mesa Diretora da ALE-RR.

Fonte: WIRISMAR RAMOS – da Redação (e-mail: wirismar@gmail.com) – com informações da Secom/ALE-RR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados neste blog deverão ser identificados, não sendo mais permitidos comentários anônimos. Para poder comentar você deve fazer parte deste blog clicando em "CADASTRE-SE NO BLOG - Fazer parte deste site".

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.