Material para Concurso de Sargentos

terça-feira, 23 de julho de 2013

PMMT proíbe a policiais uso de redes sociais tratando da corporação


Na onda de revoluções do Oriente Médio conhecida como “Primavera Árabe” todos os chefes de Estado tentaram conter a utilização das redes sociais e da internet pela população, tentando evitar a divulgação de críticas e a articulação de movimentos contrários aos regimes. Não conseguiram. Simplesmente porque estes veículos de comunicação são difusos, descentralizados, estão à mão de qualquer cidadão. Diferentemente do que ocorreu e ocorre com a grande mídia, que concentra a possibilidade de veiculação de uma informação em poucas pessoas ou grupos.

Mesmo com esta realidade apresentada há alguns anos a todo o mundo, ainda há polícias militares que insistem em se opor ao que é irreversível. Não bastam as normas disciplinares que já proíbem desvios éticos? Caso isto ocorra claramente no campo das redes sociais, a punição é perfeitamente cabível. Proibir qualquer publicação de conteúdo parece ser contraproducente e ineficiente.

Abaixo, trecho da norma editada pela Polícia Militar do Mato Grosso (PMMT), tratando proibitivamente do assunto:

Leia a portaria na íntegra…

Autor: Danillo Ferreira - Tenente da Polícia Militar da Bahia, associado ao Fórum Brasileiro de Segurança Pública e graduando em Filosofia pela UEFS-BA. | Contato: abordagempolicial@gmail.com

Fonte: AbordagemPolicial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados neste blog deverão ser identificados, não sendo mais permitidos comentários anônimos. Para poder comentar você deve fazer parte deste blog clicando em "CADASTRE-SE NO BLOG - Fazer parte deste site".

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.