Material para Concurso de Sargentos

quinta-feira, 31 de março de 2011

Bairro Pintolândia vai ter uma Escola Técnica, anuncia a senadora da Ângela Portela


O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima (IFRR) vai construir seu quarto campus, localizado na zona oeste de Boa Vista, no bairro Pintolândia. A notícia foi dada pela senadora Ângela Portela (PT) que, acompanhada do reitor do IFRR, Edvaldo Silva, participou de audiência com o secretário de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação, Eliezer Pacheco, para tratar da liberação dos recursos e instalação dessa nova unidade.


Além do campus Boa Vista, localizado no bairro Pricumã, o Instituto Federal de Roraima possui atualmente mais dois campi, localizados no interior do Estado, nos municípios de Amajari e Caracaraí (Novo Paraíso). A proposta do campus Zona Oeste de Boa Vista, no bairro Pintolândia, prevê a oferta dos cursos de formação profissional nos três níveis: formação inicial e continuada (FIC), técnico de nível médio e superior, além de abrigar também, o Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) e o Centro de Educação a Distância do IFRR. Por meio deste centro de EaD, os cursos do IFRR poderão chegar a todos os municípios de Roraima.


De acordo com Ângela Portela, as articulações para a construção do campus Zona Oeste de Boa Vista vêm sendo realizadas juntamente com a equipe do IFRR desde o ano passado e se justifica fundamentalmente pela grande quantidade de jovens e adultos residentes naquela área (aproximadamente 70% da população da cidade) que não são atendidos pelo campus Boa Vista e não lhes resta nenhuma oportunidade de formação profissional.

Ainda segundo a senadora, essa ideia ganhou força com a decisão da presidente Dilma Rousseff (PT) de dar continuidade ao processo de expansão da Rede Federal de Educação Profissional e de criar o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico-Pronatec. O programa prevê a oferta de mais 1,5 milhão de vagas nas escolas técnicas federais, estaduais (por meio do Brasil Profissionalizado) e também utilizando a estrutura educacional do Sistema S (Senai, Senac, Senar).

O reitor do IFRR, Edvaldo Silva, explicou durante a audiência que o campus Zona Oeste deverá ter uma capacidade instalada para atender a 1.200 alunos em cursos regulares e espaço físico para abrigar o Núcleo de Inovação Tecnológica – NIT e o Centro de Educação a Distancia do IFRR.

Conforme explicou Edvaldo Silva, o campus Zona Oeste vai atuar em todos os níveis da educação profissional, desde a formação inicial até a pós-graduação, além de atividades de pesquisa, extensão e de interação com a comunidade. O secretário da SETEC/MEC, Eliezer Pacheco, se comprometeu em apoiar integralmente o projeto, uma vez que faz parte da proposta do governo federal de expansão do ensino técnico e profissionalizante.

A senadora Ângela Portela aproveitou a audiência para sugerir que os cursos sejam focados para a formação de mão-de-obra para atuar principalmente na construção civil. “Com os grandes projetos estruturantes do Programa de Aceleração do Crescimento, como a recuperação de rodovias federais, drenagem e saneamento, construção de moradias por meio do programa Minha Casa Minha Vida, Roraima vai precisar, cada vez mais, de trabalhadores qualificados para essas novas frentes de obras que estão em andamento ou serão iniciadas nos próximos anos”.

Fonte: Soldado Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados neste blog deverão ser identificados, não sendo mais permitidos comentários anônimos. Para poder comentar você deve fazer parte deste blog clicando em "CADASTRE-SE NO BLOG - Fazer parte deste site".

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.