Material para Concurso de Sargentos

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Bom dia da Folha de Boa Vista

 

A notícia de uma policial militar presa em flagrante acusada de tráfico de drogas, no final de semana, publicada na edição de segunda-feira da Folha, não ganhou nenhum eco, nem na imprensa nem fora dela, muito menos do Legislativo, onde há três policiais militares com mandato.

Mas o caso merece uma atenção maior: não conseguindo manter o padrão de vida, por causa dos salários defasados, muitos policiais estão partindo para o “bico”,

trabalhando como segurança de supermercados, de empresários e até de políticos. Alguns até acumulam a atividade de guarda-costas e motorista de parlamentares.

Salário defasado não é autorização para se tornar bandido, porém o assédio feito pelo mundo do crime, especialmente por traficantes, é um risco para policiais descontentes com suas condições de trabalho e com salários que não conseguem manter suficientemente suas famílias e seu padrão de vida que vem sendo engolido ao longo dos anos.

Sabemos que a greve dos policiais e bombeiros, que ocorreu em 2009, guarda sequelas até hoje e as consequências nunca foram boas para ninguém. A legislação os impede de fazer greve e, aproveitando-se disso, o Governo do Estado faz corpo mole para resolver as questões mais urgentes da PM.

Negligenciando os policiais, o Estado perdeu a moral para os impedir de fazer “bicos” enquanto deveriam estar de folga, descansando junto aos seus familiares. Acumula-se aí a insatisfação, e quem não suporta a pressão corre o risco de ceder aos assédios dos crimes, que promete dinheiro fácil.

É importante frisar outra vez: ganhar pouco não é autorização para se tornar bandido. Mas o alerta está dado: se os governos continuarem tratando as polícias com desdém, um dos grandes riscos é empurrar alguns deles para o mundo do crime.

Fonte: Folha de Boa Vista

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados neste blog deverão ser identificados, não sendo mais permitidos comentários anônimos. Para poder comentar você deve fazer parte deste blog clicando em "CADASTRE-SE NO BLOG - Fazer parte deste site".

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.