Material para Concurso de Sargentos

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

APBM diz que militares estão passando por constrangimento

 


Quésia Mendonça, coordenadora-geral da APBM/RR

A Associação dos Policiais e Bombeiros Militares de Roraima (APBM/RR) denunciou que os militares estão reclamando que algumas condutas médicas vêm sendo desrespeitadas dentro da corporação. Segundo a entidade, os casos mais comuns são a recusa de recebimento de atestados médicos que não possuem o Código Internacional de Doenças (CID-10), o qual mostra a doença que o paciente foi acometido, além da recusa de recebimento de atestado psicológico.

“Tal rejeição é um desrespeito com os profissionais da saúde, os quais têm sua competência desqualificada frente à administração policial militar”, afirmou Quésia Mendonça, coordenadora-geral da APBM/RR. Ela completou dizendo que, além da desqualificação de profissionais, há um evidente desrespeito à saúde e vida dos trabalhadores.

Ela disse que os atestados psicológicos, dentro da instituição militar, vêm sendo desconsiderados e os policiais empregados no policiamento ordinário como se estivessem em condições para trabalhar. “Um exemplo disso é o caso de uma policial militar que sofria com alto grau de estresse, queda de cabelos e insônia há dias. Ao apresentar seu atestado para seu comandante, teve a frustração da recusa da administração em recebê-lo, além de ter que responder o questionamento se a mesma estava ficando louca”, comentou ao recordar a Resolução nº 015/96, do Conselho Federal de Psicologia, que garante ser atribuição do psicólogo a emissão de atestados psicológicos.

Ela lembrou que a simples recusa de recebimento de documentos, seja um atestado ou uma petição, fere o efetivo exercício da cidadania. Sobre a recusa de atestados por não conterem o CID, a corporação da PM não quis se manifestar sobre o assunto.

Fonte: FolhaBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados neste blog deverão ser identificados, não sendo mais permitidos comentários anônimos. Para poder comentar você deve fazer parte deste blog clicando em "CADASTRE-SE NO BLOG - Fazer parte deste site".

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.