Material para Concurso de Sargentos

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Nota de Repúdio

 

Em virtude da não aprovação do Projeto de Lei Autorizativo de autoria do Dep. Soldado Sampaio (PC do B) , que regulamenta a Carga Horária dos Policiais e Bombeiros Militares de Roraima em 40 horas semanais a APBM vem por meio desta repudiar a ação de um Deputado que nos bastidores da ALE-RR em pedir voto contrário a aprovação da matéria alegando inconstitucionalidade.

VOTAÇÃO -  Na hora de votar o Dep. Cel. Chagas votou favorável como forma de não se “queimar” com a tropa militar (vergonhoso).

Sentimos muito pela atitude do Sr. Deputado. A tropa está insatisfeita com tantos absurdos ocorridos e a falta de comprometimento com a Segurança Pública do nosso Estado. Sua atuação está como muitos imaginavam, não precisa tentar enganar a tropa, foi-se o tempo em que você falava e te davam credibilidade. O que se comenta na tropa é que és um tremendo “jaqueiro” como diz o caboco roraimense.

Muitos problemas estão ocorrendo em todos os segmentos da Sociedade por falha humana, ou seja, gestores sem comprometimento com seu trabalho, apenas querem receber seu salário no final do mês, pouco se importando com a qualidade dos segmentos, resultando assim um prejuízo que se alastra em diversos setores, pois um depende do outro para seu funcionamento.

AGRADECIMENTO – A APBM tem a honra de agradecer o esforço do Dep. Soldado Sampaio e seu comprometimento com a Segurança Pública, pois não vem medindo esforços para sanar muitas mazelas e penduricalhos existentes na Segurança, mas ao mesmo tempo entendemos da difuculdade enquanto oposição.

ATUALIDADE - Estamos vivendo num Estado sem Lei, a tropa Estadual ao longo destes quase 13 (treze) anos de existência vem sucumbindo à espera de Leis que contemple simples necessidades como a aposentadoria, salário em forma de subsídio, carga horária, estatuto, auxílio creche, auxílios estes previstos na CF/88, onde todo trabalhador tem direito.

Nosso querido Governador está se lixando para tais segmentos, não existe uma Secretaria deste Estado que esteja contente com sua administração, se é que isso pode ser chamar “Administração”.

GOVERNO DAS TAC’S - Em alguns jornais locais foram publicadas matérias que este Governo é o governo das TAC, pois o MP aconselha e o governo não cumpre, ou quando aparece uma TAC dá um prazo de 2.000 anos para que se tome providências.

Em detrimento ao exposto acima podemos afirmar que a luta continua, pois se eles chamam esta proposta de “inconstitucional”, vamos ver o que a justiça tem a nos dizer a respeito.

INSCONSTITUCIONAL - Inconstitucional é não pagar o militar quando este se desloca para diversas missões, é querer que o militar trabalhe além de suas possibilidades gerando desgaste físico e mental contribuindo com problemas futuros e à qualidade do atendimento das ocorrências, onde o maior prejudicado é a população e o maior beneficiado é Governo que não paga pelas horas extras trabalhadas.

Inconstitucional é ter esse número de Coronéis para uma polícia com tão pouco efetivo. Inconstitucional é colocar os amigos para julgar amigos, como o caso do desvio de dinheiro do SAS-PM, onde quem julga são os próprios amigos de farda.

Inconstitucional é usar do cargo para transportar meus bens de um Estado para outro com meios públicos, como o caso recente do Cel. Prola que teve sua moto transladada em cima de uma viatura policial.

São tantas coisas a se dizer que seriam inconstitucionais e imorais que passaria horas relatando-as.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados neste blog deverão ser identificados, não sendo mais permitidos comentários anônimos. Para poder comentar você deve fazer parte deste blog clicando em "CADASTRE-SE NO BLOG - Fazer parte deste site".

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.